O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou nesta terça-feira (8) que provavelmente o governo federal deverá estender o pagamento do auxílio emergencial por mais dois ou três meses, ou seja, até outubro, quando segundo previsões a população adulta esteja toda vacinada.
 
Guedes ainda afirmou que após a prorrogação do auxílio voltará o Bolsa Família de maneira “reforçada”

Veja também

Comente via Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here