O ator Wentworth Miller, indicado ao Globo de Ouro por interpretar o Michael Scofield, da série de TVPrison break, da FOX, assumiu nesta quarta-feira (21), ser homossexual. A notícia foi dada por meio de uma carta enviada pelo astro ao Festival Internacional de Cinema de São Petersburgo, negando sua participação no evento, devido às atitudes do presidente russo Vladimir Putin de cerceamento aos direitos dos homossexuais na Rússia.

“Como alguém que já aproveitou visitas à Rússia no passado e pode até mesmo dizer que tem ascendência russa, ficaria muito feliz em dizer ‘sim’. No entanto, como um homem gay, eu tenho de recusar”, declarou Miller no documento enviado (divulgado pela associação internacional de combate à difamação dos gays — Glaad) à diretora do festival, Maria Averbakh.

A reação do ator, elogiada pelo Glaad, entra para o rol de atitudes anti-homofobia de artistas como a trio de punk rock russo, Pussy Riot,  condenado no em agosto do ano passado a dois anos de prisão pela justiça russa por supostamente cometerem atos de vandalismo. 

O presidente russo aprovou leis que suspendem os direitos dos homossexuais na Rússia. Entre as iniciativas sancionadas por Putin estão a proibição de adotar crianças russas por casais homoafetivos, tanto no país quanto em outros locais do mundo. Além de autorizar a prisão de gays, simpatizantes ou mesmo suspeitos de serem homossexuais na Rússia.

Do Diário de Pernambuco

Veja também

    None Found

Comente via Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here