Esta terça-feira (19) foi dia de celebrar a vinda das primeiras doses Coronavac, mas infelizmente mais um profissional da saúde perdia sua vida por complicações da Covid-19. O condutor do SAMU, Valfredo Soares de Freitas, acabou falecendo aos 63 anos, após passar 14 dias na UTI lutando por sua vida no Hospital Real Português no Recife (PE).

Valfredo era querido em São Bento do Una (PE), onde vivia com sua esposa Genilda Carvalho de Freitas com que tinha dois filhos, Rodrigo e Cleiton Freitas. No mesmo dia seu filho Cleiton foi campeão do circuito de vaquejada no Parque Aveloz, o título conquistado pela equipe do Haras Abílio de Carvalho foi dedicado ao seu pai.

Durante 14 anos Valfredo ajudou a salvar vidas e infelizmente foi infectado pelo novo coronavírus, coincidentemente ele brigou por sua própria vida durante 14 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas acabou não resistindo e morrendo às 11h46 de ontem.

Seu cortejo aconteceu na manhã desta quarta-feira (20), sendo acompanhado por amigos, familiares e o instrumento de trabalho com qual aprendeu a lutar pelas vidas das pessoas, a ambulância do SAMU, que nas primeiras horas de hoje sinalizada o final de sua história de honestidade, trabalho e amor ao próximo. Em razão da Covid-19 a família não pode velar o seu corpo, e seu sepultamento aconteceu no cemitério local, logo após ao cortejo motorizado.

Muitas pessoas deixaram suas homenagens e apoio a família que sofre com esta grande perca. Nossas sinceros sentimentos a família Carvalho e Freitas.

Veja também

Comente via Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here