O ex-prefeito de Belo Jardim (PE), João Mendonça Bezerra Jatobá, foi condenado a 37 anos de prisão pela vara criminal por uma acusação de apropriação indébita de valores descontados de servidores municipais que fizeram empréstimo consignado.

A acusação é de que a prefeitura teria feito o desconto no contracheque dos servidores em 2003 e 2004 e o então prefeito não teria repassado os valores para o banco.  A condenação foi assinada pelo juiz Douglas José da Silva, da Comarca de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco.

João Mendonça foi condenado a pena de reclusão, inicialmente em regime fechado, e ao pagamento de multa no valor de R$ 150 mil. O texto da sentença ainda informa que o ex-prefeito confessou essa apropriação indevida.

A defesa do ex-prefeito recorreu da decisão e o recurso está na Câmara Regional de Caruaru para ser julgado.

Veja também

Comente via Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here