thiagosilva_cartao_reu_95A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) acredita que até segunda-feira receberá uma resposta da Fifa sobre o recurso para tentar anular o cartão amarelo levado por Thiago Silva, nas quartas de final contra a Colômbia. A punição tirou o zagueiro da semifinal contra a Alemanha.

A entidade se baseou no artigo 37 do Código Disciplinar da Fifa. De acordo com o documento, “a pedido de uma confederação, o comitê pode cancelar uma advertência que não tenha resultado em expulsão para restabelecer o equilíbrio entre equipes que não jogaram o mesmo número de partidas durante a competição ou em ocasiões excepcionais.”

Nunca na história da Copa do Mundo um cartão amarelo foi suspenso, como pretende a CBF. Segundo o diretor jurídico da entidade, Calor Eugênio Lopes, a Fifa deverá dar uma resposta sobre o pedido nesta segunda-feira.

“É algo que requer urgência, até porque o jogo é na terça-feira. Mesmo que eles não aceitem o nosso pedido, iremos interpor um recurso. Isso é previsto e vamos até o fim”, afirmou Lopes.

Thiago Silva levou um cartão amarelo aos 19 minutos do segundo tempo da decisão contra a Colômbia. No lance, ele impediu o goleiro Ospina de repor a bola. Antes, na segunda partida da Copa, com o México, o capitão da seleção já tinha sido advertido com cartão após cometer falta dura em Chicharito Hernández.

UOL

Veja também

Comente via Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here