O número de casos graves de dengue em Pernambuco caiu 78% nos três primeiros meses de 2011, em comparação com o mesmo período de 2010. De acordo com o balanço preliminar divulgado nesta quarta-feira (6) pelo Ministério da Saúde, no ano passado, foram registrados 64 casos considerados graves. Já este ano foram 17. No entato, o número de óbitos cresceu. O Estado não teve nenhuma morte no primeiro trimestre em 2010, mas entre 1º de janeiro e 31 de março deste ano três pessoas morreram em decorrência da doença, o que representa um aumento de 200%. 

Já os dados nacionais são todos positivos. O número de mortes, casos graves e notificações de dengue no Brasil caiu nos três primeiros meses de 2011. Foram confirmados 95 óbitos pela doença, em todo o país. No mesmo período do ano passado, foram 261 mortes – indicando queda de 64%.

A maior parte dos óbitos confirmados ocorreu no Nordeste – 32 casos, dos quais 20 no Ceará. Em seguida vêm as regiões Sudeste (27 casos confirmados, sendo 19 no Rio de Janeiro) e Norte (20 mortes por dengue, 12 delas no Amazonas). O Paraná concentra os dez óbitos confirmados na região Sul e Goiás, as seis mortes por dengue no Centro-Oeste. Um total de 123 óbitos suspeitos por dengue permanece em investigação.

CASOS GRAVES – No Brasil, as formas graves de dengue tiveram redução de 69% no primeiro trimestre de 2011. Foram 2.208, contra 7.064 no mesmo período de 2010. A região Sudeste concentra 1.260 casos graves confirmados – dos quais 1.064 foram registrados no Rio de Janeiro.

No Norte, foram confirmados 498 casos graves, sendo 407 no Amazonas. O Nordeste confirmou 315 casos graves, dos quais 123 no Ceará. No Centro Oeste, foram 88 confirmados (35 em Goiás) e, no Sul, 47 – a 

maioria no Paraná (46).


NE10


Da redação TV SBUNA

Veja também

    None Found

Comente via Facebook

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here